Livraria Vida Económica
Livraria Vida Económica
Redunicre MastercardVerified by Visa
PayPal Logo
Faturas emitidas a partir de fevereiro. Comunicação à AT deverá ser feita até ao dia 15 de março

IVA Foi publicado em Diário da República o Decreto-Lei n.º 28/2019, de 15 de fevereiro, que introduz, entre outras, alteraçõe saoprazo limite de comunicação dos elementos das faturas para a Autoridade Tributária e Aduaneira.   Para o ano de 2019, o prazo de comunicação dos elementos das faturas passa ...

ver mais
A ligação das novas gerações à empresa familiar

Reflexões sobre Empresas FamiliaresA continuidade duma empresa familiar está intimamente ligada à vontade e sucesso de ligação das novas gerações ao negócio familiar.A maior ou menor apetência pelo negócio da empresa pode ter origem em múltiplos fatores, com especial relevância para tudo o que ...

ver mais
Portugal 2020 tem execução abaixo do QREN

Governo aponta para o aumento de complexidade do programa O Portugal 2020 apresenta uma taxa de execução mais baixa do que o QREN, 33% contra 40%, quando comparados os valores anuais de execução de 2018 e 2011, respetivamente. O Gabinete do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas justifica a situação com o aumento de complexida...

ver mais
Taxas das derramas

IRCForam já divulgadas as taxas de derrama lançadas, pelos respetivos municípios, sobre o lucro tributável do IRC referente ao período de 2018, bem como o âmbito das respetivas isenções necessárias ao preenchimento da declaração modelo 22 do IRC (a entregar até ao último dia do mê...

ver mais
Vida Económica lança livro sobre gestão de pessoas

A Porto Business School recebe, no dia 13 de fevereiro, às 18h30, a sessão de apresentação do livro “Gestão de Pessoas a Preto e Branco”, numa publicação do grupo editorial Vida Económica. Trata-se de um conjunto de histórias partilhadas por personalidades do mundo académico e empresarial sobre...

ver mais
Recrutar e reter bom talento é um dos maiores desafios das PME

Bernardo Maciel, diretor-geral da Yunit Consulting, considera“Um dos maiores desafios que as PME encontram é recrutar e reter bom talento”, afirma Bernardo Maciel, diretor-geral da Yunit Consulting, que este mês inicia o roadshow Encontros Yunit Heróis PME. O primeiro destes encontros será no Porto, no dia 15, e tratará precisame...

ver mais
  
 
«  
 
  »
Classe 1 - Meios Financeiros Líquidos

€ 15,00 (IVA incl.)

Classe 1 - Meios Financeiros Líquidos

Eduardo Sá Silva e Carlos Martins

O livro inclui um conjunto de aplicações práticas que ilustram uma aplicação diária da Contabilidade no quotidiano das empresas e empresários.

Conheça também o "Classe 2 - Contas a receber e a pagar"

 

Pontos com VidaAo adicionar este produto poderá acumular 15 pontos com vida. Ao finalizar esta encomenda poderá acumular 15 pontos com vida que poderão ser convertidos num vale de € 1,50.


  • Classe 2 - Contas a receber e a pagar
    € 18,00
  • Classe 3 - Inventários e Activos Biológicos
    € 16,00
  • As Novas Demonstrações Financeiras
    € 11,00
  • Relatório Único - Orientações Práticas
    € 14,00

Uma obra de leitura obrigatória para a compreensão da importância dos meios financeiros líquidos e um importante auxiliar para a aplicação prática das questões doutrinalmente previstas.

O livro inclui um conjunto de aplicações práticas que ilustram uma aplicação diária da Contabilidade no quotidiano das empresas e empresários.

A grande experiencia não só da academia contabilística, mas também da vida prática da contabilidade do autor da obra, é garantia do seu valor e da sensibilização que os académicos e os práticos da contabilidade têm do grande desafio que a todos foi colocado com a introdução do SNC na organização contabilística portuguesa.

Público-alvo: uma obra fundamental para estudantes, profissionais da contabilidade e público em geral.

Índice Geral

INTRODUÇÃO

I. CLASSE 1 – MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS

I.1 – NORMAS RELEVANTES

I.2 – RECONHECIMENTO

I.3 - COMPARAÇÃO SNC VS POC

I.4 – DETALHE DAS CONTAS

I.4.1 – CONTA 11 – CAIXA

I.4.1.1 – Fundo Fixo de Caixa

I.4.1.2 – Transferências de Caixa

I.4.1.3 – Meios de Moeda Expressos em Moeda Estrangeira

I.4.1.4 – Conferência Folha de Caixa

I.4.1.5 – Comentário Fiscal

I.4.2 – CONTA 12 – DEPÓSITOS À ORDEM

I.4.2.1 – Exemplos de Aplicação

I.4.2.2 – Conciliação Bancária

I.4.3 – CONTA 13 – OUTROS DEPÓSITOS BANCÁRIOS

I.4.4 – CONTA 14 – OUTROS INSTRUMENTOS FINANCEIROS

I.4.4.1 – Conta 141 – Derivados

I.4.4.2 – Conta 142 – Instrumentos financeiros detidos para negociação

I.4.4.3 – Conta 143 – Outros activos financeiros e passivos financeiros

(justo valor através de resultados)

I.4.4.4 – Mercado de Futuros

I.4.4.5 – Contratos de Futuro

I.4.4.6 – Opções

I.4.4.7 – Swaps

I.4.4.8 – Exemplos de aplicação

I.4.4.8.1 – Futuro – Contratos de compra

I.4.4.8.2 – Futuro – Contrato de compra com aquisição de activo

I.4.4.8.3 – Futuro – Contrato de cobertura de risco de câmbio

I.4.4.8.4 – Opção – Contrato de compra de uma opção de compra

I.4.4.8.5 – Opção – Contrato de venda de uma opção de compra

I.4.4.8.6 – Swap – Contrato de swap de taxa de juro

I.4.4.8.7 – Swap – Contrato de cobertura da variabilidade da taxa de juro

I.4.4.8.8 – Instrumentos financeiros detidos para negociação

– Aquisição de acções, alteração no seu justo valor e venda

I.4.4.9 – Comentário Fiscal

I.5 – DEMONSTRAÇÃO DE FLUXOS DE CAIXA

I.5.1 – MÉTODO DE RELATO DOS FLUXOS DE CAIXA

I.5.2 – EXEMPLOS DE APLICAÇÃO

I.5.2.1 – Exemplo 1

I.5.2.2 – Exemplo 2

I.5.2.3 – Exemplo 3

I.6 – AUDITORIA AOS MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS

I.6.1 – O CONTROLO INTERNO

I.6.2 – MEDIDAS DE CONTROLO INTERNO NA ÁREA DOS MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS

I.6.2.1 – Recebimentos

I.6.2.2 – Pagamentos

I.6.3 – OBJECTIVOS DA AUDITORIA

I.6.3.1 – Caixa

I.6.3.2 – Depósitos à Ordem e Outros Depósitos Bancários

I.6.3.3 – Outros Instrumentos Financeiros

I.6.4 – PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA

I.6.4.1 – Caixa

I.6.4.2 – Depósitos à Ordem e Outros Depósitos Bancários

I.6.4.3 – Outros Instrumentos Financeiros

I.6.5 – OS MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS E A AUDITORIA INTERNA

I.6.5.1 – A Importância do Controlo Interno

I.6.5.2 – Fraudes

I.6.5.3 – Erros

I.6.5.4 – Irregularidades

I.6.6 – PRINCÍPIOS ÉTICOS A SEREM OBSERVADOS NA AUDITORIA DOS MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS

CONCLUSÃO

BIBLIOGRAFIA

ÍNDICE DE QUADROS

Quadro I.1 – Contas POC Correspondência Contas SNC

Quadro I.2 – Classe 14 Contas SNC Correspondência Contas POC

Quadro I.3 – Pressupostos de Controlo Interno

  • Autor(es): Eduardo Sá Silva e Carlos Martins
  • ISBN: 978-972-788-384-4
  • Peso: 0.568 Kg
  • Data de Edição: Janeiro 2011
  • Editor: Grupo Editorial Vida Económica
  • Idioma: Português
  • Medidas: 17 x 23,5 cm
  • Nº de páginas: 144

Eduardo Manuel Lopes de Sá e Silva é doutorado em Ciências Económicas e Empresariais, pela Universidade da Corunha, Espanha, licenciado e mestre pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto. Exerce funções de docente no Ensino Superior, sendo orientador de diversas dissertações de teses de Mestrado e Doutoramento, nas áreas de Contabilidade e Gestão Financeira. Igualmente exerce funções de técnico oficial de contas, revisor oficial de contas e consultor financeiro numa instituição de crédito.

Carlos Alexandre Quelhas Martins, Bacharel em Contabilidade e Administração e Licenciado em Gestão Financeira pelo ISCAP, Mestre em Contabilidade e Auditoria pela Universidade Aberta e Doutorando em Gestão, vertente Contabilidade, na Universidade Portucalense. Exerce funções de docente no Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto (ISCAP) e na Escola Superior de Ciências Empresarias de Valença (ESCE). Exerce igualmente funções de técnico oficial de contas, perito contabilista e consultor.

Pesquisar

Login

Bem Vindo, Entrar(login)

Carrinho  

(Vazio)

Catálogo Virtual