Livraria Vida Económica
Livraria Vida Económica
Redunicre MastercardVerified by Visa
PayPal Logo
MOVIMENTO DE ATUALIZAÇÃO DA COZINHA AÇORIANA TRAZ MOTIVAÇÃO ÀS EMPRESAS

Começou o 10 Fest Açores - 10 Dias com 10 jantares10 Chefes de Cozinha confecionam 10 jantares com base nos ingredientes açorianos, de 21 de junho a 30 junho, em Ponta Delgada. É o 10 Fest Açores e é organizado pela Escola de Formação Turística e Hoteleira dos Açores. Entre 21 e 30 de junho, o 10 Fest A&cc...

ver mais
A empresa familiar consegue prosperar num ambiente disruptivo

REFLEXÕES SOBRE EMPRESAS FAMILIARES Um ambiente empresarial disruptivo é a normalidade que a empresa familiar deve assimilar. Assegurar a continuidade de uma sociedade familiar não é o equivalente a manter-se o negócio de sempre, que os antecedentes souberam fundar e transmitir, mas assumir que com uma visão, missão e valores ...

ver mais
Legislação laboral não é atrativa para o investimento

Rui Leão Martinho, bastonário da Ordem dos Economistas, considera“A legislação laboral continua pouco flexível, assente numa perspetiva desatualizada da contratação coletiva. E, sobretudo, muda e altera demasiadas vezes o que está estatuído, criando uma instabilidade que não é boa para as empr...

ver mais
KW Business distribui lucros pelos colaboradores

A imobiliária KW Business distribuiu parte substancial dos lucros de 2017 pelos seus colaboradores, concedendo assim mais um incentivo para o reforço do crescimento que a empresa tem vindo a registar na Região Norte. Esta distribuição de lucros é também o reconhecimento do trabalho que as centenas de colaboradores da KW Busine...

ver mais
Governo disponibiliza 250 milhões do BEI para apoiar projetos públicos do Portugal 2020

O Governo lançou esta semana a Linha BEI PT 2020 – Autarquias, que foi oficializada pelo ministro das Finanças, Mário Centeno, e pelo ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques.Esta linha, de 250 milhões de euros, vai apoiar o financiamento da contrapartida nacional de operações de investimento aprovadas no &a...

ver mais
Festival de música está nas montras do mundo da Tezenis

Marca italiana desenvolve coleção cápsula para NOS Alive’18A música é o ponto de partida para a colaboração entre NOS Alive e Tezenis. O festival de música português mais internacional e a marca de roupa interior e de praia com playslists próprias para os fãs partilharem, unem-se, numa iniciati...

ver mais
  
 
«  
 
  »
Classe 1 - Meios Financeiros Líquidos

€ 15,00 (IVA incl.)

Classe 1 - Meios Financeiros Líquidos

Eduardo Sá Silva e Carlos Martins

O livro inclui um conjunto de aplicações práticas que ilustram uma aplicação diária da Contabilidade no quotidiano das empresas e empresários.

Conheça também o "Classe 2 - Contas a receber e a pagar"

 

Pontos com VidaAo adicionar este produto poderá acumular 15 pontos com vida. Ao finalizar esta encomenda poderá acumular 15 pontos com vida que poderão ser convertidos num vale de € 1,50.


  • Classe 2 - Contas a receber e a pagar
    € 18,00
  • Classe 3 - Inventários e Activos Biológicos
    € 16,00
  • Relatório Único - Orientações Práticas
    € 14,00
  • As Novas Demonstrações Financeiras
    € 11,00

Uma obra de leitura obrigatória para a compreensão da importância dos meios financeiros líquidos e um importante auxiliar para a aplicação prática das questões doutrinalmente previstas.

O livro inclui um conjunto de aplicações práticas que ilustram uma aplicação diária da Contabilidade no quotidiano das empresas e empresários.

A grande experiencia não só da academia contabilística, mas também da vida prática da contabilidade do autor da obra, é garantia do seu valor e da sensibilização que os académicos e os práticos da contabilidade têm do grande desafio que a todos foi colocado com a introdução do SNC na organização contabilística portuguesa.

Público-alvo: uma obra fundamental para estudantes, profissionais da contabilidade e público em geral.

Índice Geral

INTRODUÇÃO

I. CLASSE 1 – MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS

I.1 – NORMAS RELEVANTES

I.2 – RECONHECIMENTO

I.3 - COMPARAÇÃO SNC VS POC

I.4 – DETALHE DAS CONTAS

I.4.1 – CONTA 11 – CAIXA

I.4.1.1 – Fundo Fixo de Caixa

I.4.1.2 – Transferências de Caixa

I.4.1.3 – Meios de Moeda Expressos em Moeda Estrangeira

I.4.1.4 – Conferência Folha de Caixa

I.4.1.5 – Comentário Fiscal

I.4.2 – CONTA 12 – DEPÓSITOS À ORDEM

I.4.2.1 – Exemplos de Aplicação

I.4.2.2 – Conciliação Bancária

I.4.3 – CONTA 13 – OUTROS DEPÓSITOS BANCÁRIOS

I.4.4 – CONTA 14 – OUTROS INSTRUMENTOS FINANCEIROS

I.4.4.1 – Conta 141 – Derivados

I.4.4.2 – Conta 142 – Instrumentos financeiros detidos para negociação

I.4.4.3 – Conta 143 – Outros activos financeiros e passivos financeiros

(justo valor através de resultados)

I.4.4.4 – Mercado de Futuros

I.4.4.5 – Contratos de Futuro

I.4.4.6 – Opções

I.4.4.7 – Swaps

I.4.4.8 – Exemplos de aplicação

I.4.4.8.1 – Futuro – Contratos de compra

I.4.4.8.2 – Futuro – Contrato de compra com aquisição de activo

I.4.4.8.3 – Futuro – Contrato de cobertura de risco de câmbio

I.4.4.8.4 – Opção – Contrato de compra de uma opção de compra

I.4.4.8.5 – Opção – Contrato de venda de uma opção de compra

I.4.4.8.6 – Swap – Contrato de swap de taxa de juro

I.4.4.8.7 – Swap – Contrato de cobertura da variabilidade da taxa de juro

I.4.4.8.8 – Instrumentos financeiros detidos para negociação

– Aquisição de acções, alteração no seu justo valor e venda

I.4.4.9 – Comentário Fiscal

I.5 – DEMONSTRAÇÃO DE FLUXOS DE CAIXA

I.5.1 – MÉTODO DE RELATO DOS FLUXOS DE CAIXA

I.5.2 – EXEMPLOS DE APLICAÇÃO

I.5.2.1 – Exemplo 1

I.5.2.2 – Exemplo 2

I.5.2.3 – Exemplo 3

I.6 – AUDITORIA AOS MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS

I.6.1 – O CONTROLO INTERNO

I.6.2 – MEDIDAS DE CONTROLO INTERNO NA ÁREA DOS MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS

I.6.2.1 – Recebimentos

I.6.2.2 – Pagamentos

I.6.3 – OBJECTIVOS DA AUDITORIA

I.6.3.1 – Caixa

I.6.3.2 – Depósitos à Ordem e Outros Depósitos Bancários

I.6.3.3 – Outros Instrumentos Financeiros

I.6.4 – PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA

I.6.4.1 – Caixa

I.6.4.2 – Depósitos à Ordem e Outros Depósitos Bancários

I.6.4.3 – Outros Instrumentos Financeiros

I.6.5 – OS MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS E A AUDITORIA INTERNA

I.6.5.1 – A Importância do Controlo Interno

I.6.5.2 – Fraudes

I.6.5.3 – Erros

I.6.5.4 – Irregularidades

I.6.6 – PRINCÍPIOS ÉTICOS A SEREM OBSERVADOS NA AUDITORIA DOS MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS

CONCLUSÃO

BIBLIOGRAFIA

ÍNDICE DE QUADROS

Quadro I.1 – Contas POC Correspondência Contas SNC

Quadro I.2 – Classe 14 Contas SNC Correspondência Contas POC

Quadro I.3 – Pressupostos de Controlo Interno

  • Autor(es): Eduardo Sá Silva e Carlos Martins
  • ISBN: 978-972-788-384-4
  • Peso: 0.568 Kg
  • Data de Edição: Janeiro 2011
  • Editor: Grupo Editorial Vida Económica
  • Idioma: Português
  • Medidas: 17 x 23,5 cm
  • Nº de páginas: 144

Eduardo Manuel Lopes de Sá e Silva é doutorado em Ciências Económicas e Empresariais, pela Universidade da Corunha, Espanha, licenciado e mestre pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto. Exerce funções de docente no Ensino Superior, sendo orientador de diversas dissertações de teses de Mestrado e Doutoramento, nas áreas de Contabilidade e Gestão Financeira. Igualmente exerce funções de técnico oficial de contas, revisor oficial de contas e consultor financeiro numa instituição de crédito.

Carlos Alexandre Quelhas Martins, Bacharel em Contabilidade e Administração e Licenciado em Gestão Financeira pelo ISCAP, Mestre em Contabilidade e Auditoria pela Universidade Aberta e Doutorando em Gestão, vertente Contabilidade, na Universidade Portucalense. Exerce funções de docente no Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto (ISCAP) e na Escola Superior de Ciências Empresarias de Valença (ESCE). Exerce igualmente funções de técnico oficial de contas, perito contabilista e consultor.

Pesquisar

Login

Bem Vindo, Entrar(login)

Carrinho  

(Vazio)

Catálogo Virtual