Livraria Vida Económica
Livraria Vida Económica
Redunicre MastercardVerified by Visa
PayPal Logo
Tributação autónoma com forte subida nos carros mais baratos

Orçamento de Estado para 2019A proposta do Orçamento do Estado para 2019 (OE 2019) aumenta a tributação autónoma em sede de IRC sobre os encargos relacionados com viaturas ligeiras de passageiros e motociclos usados pelas empresas. O aumento surge em dois escalões, mas é, sobretudo no inferior, para veículos com um PVP ...

ver mais
Pagamento Especial por conta em 2019

IRCO Pagamento Especial por Conta (PEC) vai deixar de ser obrigatório, mas as empresas têm de pedir dispensa do PEC.Requerimento de dispensa de PEC As empresas que queiram ser dispensadas de fazer o Pagamento Especial por Conta (PEC) vão ter de fazer chegar à Autoridade Tributária e Aduaneira esta sua intenção e têm um pr...

ver mais
Indústria têxtil e vestuário está a conquistar o seu futuro

Ministro da Economia participou no lançamento do livro de Paulo Vaz“Da tradição se fez futuro – 30 anos de indústria têxtil portuguesa” é o título do novo livro de Paulo Vaz, editado pela “Vida Económica”, que acaba de ser apresentado no Edifício da Alfândega, no Porto.Na sess&a...

ver mais
FC Porto cumpre fair-play financeiro da UEFA mas capitais próprios caem

A SAD do FCPorto continua a cumprir com as metas do fair-play financeiro impostas pela UEFA e tudo indica que que poderá deixar de estar debaixo daquele “jugo” a partir de 2019/2020, a últimas das quatro temporadas previstas para acordo entre as instituições. Não obstante, no fim da temporada de 2017/2018, as contas da SAD porti...

ver mais
Consolidação do mercado das telecomunicações é um desafio

Rui Paiva, CEO da WeDo TechnologiesNasceram no seio da Sonae mas desde logo começaram a exportar soluções para o mercado das telecomunicações. Rui Paiva, CEO da WeDo Technologies, admite que o facto de as empresas estarem a comprar-se umas às outras é um desafio. “De repente, literalmente desaparecem-nos clientes”,...

ver mais
Empresas Familiares com sotaque do Norte

REFLEXÕES SOBRE EMPRESAS FAMILIARESO Centro Interdisciplinar da Universidade do Minho, em copromoção com a AEP, desenvolveu um projeto, apoiado pelo Norte 2020, com o objetivo de efetuar um estudo detalhado do tecido empresarial familiar do Norte do país.O resultado é um trabalho pioneiro e inovador, que partiu de uma base de dados de mais ...

ver mais
  
 
«  
 
  »
Sistema Europeu de Contas

€ 22,00 (IVA incl.)

Sistema Europeu de Contas - O modelo contabilístico e a linguagem económica para a análise e a governação

Virgínia Maria Granate Costa e Sousa

Um guia precioso para os estudiosos e interessados em aprofundar o seu conhecimento na temática das contas nacionais e na sua função de chave de leitura da realidade económica.

José Leite Martins - Inspector-Geral da IGF, in Prefácio.

Pontos com VidaAo adicionar este produto poderá acumular 22 pontos com vida. Ao finalizar esta encomenda poderá acumular 22 pontos com vida que poderão ser convertidos num vale de € 2,20.


  • Fundamentos Microeconómicosda Macroeconomia - 2ª edição
    € 15,00
  • Que planos tem para o resto da sua vida?
    € 8,90
  • LIDERANÇA - Reflexões sobre uma experiência profissional
    € 16,00
  • Gestão estratégica do crescimento económico em Portugal
    € 16,00


Venha assistir

Lançamentos do livro:

Dia 13 de Abril, às 18:00h, na Biblioteca do ISCA/UA, na rua Associação Humanitária BV em Aveiro, conta com a participação Dr. José Jorge Soares, Presidente do Secretariado da Delegação Regional do Norte da Ordem dos Economistas.

Dia 12 de Abril, às 18:30h, na Fnac de Santa Catarina no Porto, conta com a apresentação  do Dr. José Maria Leite Martins, Inspector-Geral da Inspecção-Geral das Finanças (IGF).

Para confirmações, Márcia Gigante - marciagigante@vidaeconomica.pt


Esta obra adopta uma estrutura que lhe permite:

• descrever a evolução do pensamento económico, suas repercussões na Contabilidade Nacional e consequente génese dos Sistemas Internacionais, cuja transformação tem vindo a responder a necessidades crescentes de informação

• explicar a linguagem económica do modelo contabilístico adoptado por várias peças informativas, como o Quadro de Contas Económicas Integradas e os Balanços;

• utilizar o Sistema Europeu de Contas como sistema de informação para a análise e governação do Espaço Europeu;

• analisar as várias expressões da crise económica e financeira através de indicadores construídos com base na informação das contas nacionais.


PÚBLICO-ALVO:
Alunos dos vários cursos de licenciatura e mestrado do ISCA/UA, alunos do ensino superior, em geral, economistas e quadros médios e superiores, nomeadamente das Administrações Públicas e de outras organizações públicas e privadas.


Índice

Capítulo 1 - Contabilidade Nacional: uma linguagem em evolução

1. Nascimento da Contabilidade Nacional

2. O desabrochar da Contabilidade Nacional como Sistema de Informação

3. Internacionalização das Contas nacionais

3.1. As primeiras quatro gerações de Sistemas Internacionais de Contabilidade Nacional

3.2. System of National accounts de 2008 (SNA 2008)

3.3. European System of Accounts de 2010 (ESA 2010)


Bibliografia


Capítulo 2 - O European System of Accounts (esa 95) como linguagem económica da Europa

1. Os Princípios e Métodos

2. O Modelo de Informação

2.1. Sectores e Sub Sectores Institucionais

2.2. Ramos de Actividade

2.3. Contas, Operaçõese outros Fluxos, Stocks e Saldos

2.3.1. Contas de Sectores Institucionais

2.3.2. Contas de Ramos de Actividade

2.3.3. Operações e outros Fluxos

2.3.4. Stocks

2.3.5. Saldos

2.4. Os Quadros de Informação

2.4.1. Quadro de Contas Económicas Integradas

2.4.1.1. Sistema de Contas Articuladas

2.4.1.2. Contas por Operações

2.4.1.2.1. Em Coluna

2.4.1.2.2. Em Linha

2.4.1.3. Contas e Agregados Fundamentais

A. Contas e Agregados do País (S1)

B. Contas do Resto do Mundo (S2)

C. Contas de Sectores Institucionais Residentes (o caso do Sector das Administrações Públicas – S13)

2.4.2. Quadro de Recursos e Empregos

2.4.2.1. Informação sobre Produtos

2.4.2.2. Informação sobre Ramos

2.4.3. Balanços

2.5. A Interacção Fluxos / Stocks

2.5.1. O caso de um País (S1)

2.5.2. O caso de um Sector Institucional (o Sector das Administrações Púbicas - S13)

2.6. Outras peças informativas: As Contas Satélite


Bibliografia


Capítulo 3 - O European System of Accounts (esa95): modelo de observação e de análise do sistema económico e guia de governação

1. O quadro de análise e a política económica da União Europeia

1.1. A Estatística, as Contas e a política económica

1.2. Governação económica e Entidades criadas em época de crise

2. Análise Económica: do Sector das Administrações Públicas, do Sector Público e das Relações Externas

2.1. Sector das Administrações Públicas e seus papéis

2.1.1. O Sector das Administrações Públicas como Produtor não Mercantil e Redistribuidor do Rendimento

A – O caso da Holanda

B – O caso de Portugal

2.2. Sector Público

2.3. Países e suas relações com o exterior

2.3.1. A visão harmonizada do Sistema Europeu de Contas e da Balança

de Pagamentos completada pela posição de Investimento Internacional

2.3.1.1. Alguns conceitos essenciais

2.3.1.2. Guia de Análise

2.3.2. Excedentes e Défices Externos

A - O caso da Holanda

B - O caso de Portugal

2.3.3. Posição de Investimento Internacional

A - O caso de Portugal

B - O caso da Euro Area (EA)


Bibliografia


Capítulo 4 - Análise económica e governação em contexto de crise

1. Análise económica em contexto de crise

1.1. Caracterização da crise actual

1.2. A visão da crise através de indicadores construídos com base na informação estatística e contabilística

1.2.1. A crise no crescimento do PIB

1.2.2. A crise nas Finanças Públicas

1.2.3. A crise na Interacção Finanças Públicas /Sector Financeiro

1.2.4. A crise no Sector Famílias

1.2.5. A crise no Sector das Sociedades e Quase Sociedades não Financeiras

1.2.6. A crise nas Contas Externas e nos Desequilíbrios Sectoriais e Globais

2. Governação na Europa

2.1. Introdução

2.2. Os Programas de Estabilidade

2.3. Estratégias de Governação: Que Futuro?


Bibliografia


Índices de Figuras, Tabelas e Gráficos

  • Autor(es): Virgínia Maria Granate Costa e Sousa
  • ISBN: 978-972-788-399-8
  • Peso: 0.576 Kg
  • Data de Edição: Março 2011
  • Editor: Grupo Editorial Vida Económica
  • Idioma: Português
  • Medidas: 19,5 x 260 cm
  • Nº de páginas: 240

Virgínia Maria Granate Costa e Sousa, é Licenciada e Doutorada em Economia.

Actualmente é Regente de Macroeconomia das licenciaturas de Contabilidade e de Finanças, de Enquadramento Económico da Empresa, da licenciatura de Marketing, e de Economia Portuguesa, do Mestrado em Contabilidade e Administração Pública.

Orienta teses de Mestrado no domínio da Governação Local e Entidades Empresariais Locais e uma tese de doutoramento em Economia sobre as consequências económicas da empresarialização do Estado português: uma análise através das Contas Nacionais.

É membro da Ordem dos Economistas e da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas.

Pesquisar

Login

Bem Vindo, Entrar(login)

Carrinho  

(Vazio)

Catálogo Virtual