Livraria Vida Económica
Livraria Vida Económica
Redunicre MastercardVerified by Visa
PayPal Logo
“Taylor’s Port quer, em Lisboa, conquistar os turistas, mas também os portugueses”

Anne Marie Faustino, diretora dos centros de visitas Taylor’s, afirma:A Taylor’s Port abre casa em Lisboa, junto ao Chafariz Del Rei, no bairro de Alfama, com a pretensão de, conforme revelou à Vida Económica, Anne Marie Faustino, diretora dos centros de visitas Taylor's, “conquistar os turistas, mas também os portugueses&rd...

ver mais
As empresas familiares da área do Cávado

REFLEXÕES SOBRE EMPRESAS FAMILIARES A análise da localização geográfica das empresas familiares, na NUTS III do Norte de Portugal, releva a forte concentração num número reduzido de concelhos de cada uma das áreas.   O estudo “Empresas familiares da Região Norte: Mapeamento, Retratos e Testemunh...

ver mais
KWD Portugal em Palmela investe 13 milhões de euros e cria 100 postos de trabalho

A KWD Portugal em Palmela conseguiu duplicar a produção. Produz agora anualmente subconjuntos para 500 mil viaturas para a Volkswagen Autoeuropa, Volkswagen Osnabrück, Seat Autoeuropa, Ford Valencia e Mercedes Vitoria. Este é o resultado de um investimento de 13 milhões de euros feito ao longo dos últimos 18 meses. Comprou 58 robô...

ver mais
Braga Parque comemora 20 anos de atividade “sempre a crescer”

Foi no mês de maio de 1999 que o Braga Parque abriu as suas portas ao público. Duas décadas marcadas pelo contínuo crescimento do centro comercial, seja em termos de espaço, número de clientes ou mesmo na “relação que mantém com a cidade”. Em entrevista à ‘Vida ‘Económica&rs...

ver mais
Caudalie aposta no mercado português

Marca de cosmética natural quer abrir “boutiques-spa” em Lisboa e no Porto A Caudalie aposta no mercado português e prevê abrir “boutiques-spa” em Lisboa e no Porto. Bertrand Thomas, cofundador da marca, de passagem por Portugal, falou à “Vida Económica” e revelou que a Caudalie cresceu 12% no mercado nacio...

ver mais
“Salários baixos têm efeitos práticos destrutivos”

Reitor da Universidade do Porto quer mudança de mentalidade empresarialA mentalidade das empresas tem de mudar na hora de contratar recém-licenciados e de fixar os seus salários, de modo a evitar que os melhores vão para o estrangeiro, considera António Sousa Pereira, reitor da Universidade do Porto (UP). Com 19% de estudantes estrangeiros,...

ver mais
  
 
«  
 
  »
Ebook - Classe 1 - Meios Financeiros Líquidos

€ 12,20 (IVA incl.)

Ebook - Classe 1 - Meios Financeiros Líquidos

Eduardo Sá Silva e Carlos Martins

O livro inclui um conjunto de aplicações práticas que ilustram uma aplicação diária da Contabilidade no quotidiano das empresas e empresários.

Conheça também o "Classe 2 - Contas a receber e a pagar"

 

Pontos com VidaAo adicionar este produto poderá acumular 12 pontos com vida. Ao finalizar esta encomenda poderá acumular 12 pontos com vida que poderão ser convertidos num vale de € 1,20.


  • Ebook - Dicionário de Gestão
    € 13,70
  • Ebook - Fundamentos Microeconómicos da Macroeconomia - 2ª edição
    € 12,20
  • Epub - Guia prático da Recuperação e Revitalização de Empresas
    € 17,80
  • Ebook - Classe 2 - Contas a receber e a pagar
    € 14,60

Uma obra de leitura obrigatória para a compreensão da importância dos meios financeiros líquidos e um importante auxiliar para a aplicação prática das questões doutrinalmente previstas.

O livro inclui um conjunto de aplicações práticas que ilustram uma aplicação diária da Contabilidade no quotidiano das empresas e empresários.

A grande experiencia não só da academia contabilística, mas também da vida prática da contabilidade do autor da obra, é garantia do seu valor e da sensibilização que os académicos e os práticos da contabilidade têm do grande desafio que a todos foi colocado com a introdução do SNC na organização contabilística portuguesa.

Público-alvo: uma obra fundamental para estudantes, profissionais da contabilidade e público em geral.

Índice Geral

INTRODUÇÃO

I. CLASSE 1 – MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS

I.1 – NORMAS RELEVANTES

I.2 – RECONHECIMENTO

I.3 - COMPARAÇÃO SNC VS POC

I.4 – DETALHE DAS CONTAS

I.4.1 – CONTA 11 – CAIXA

I.4.1.1 – Fundo Fixo de Caixa

I.4.1.2 – Transferências de Caixa

I.4.1.3 – Meios de Moeda Expressos em Moeda Estrangeira

I.4.1.4 – Conferência Folha de Caixa

I.4.1.5 – Comentário Fiscal

I.4.2 – CONTA 12 – DEPÓSITOS À ORDEM

I.4.2.1 – Exemplos de Aplicação

I.4.2.2 – Conciliação Bancária

I.4.3 – CONTA 13 – OUTROS DEPÓSITOS BANCÁRIOS

I.4.4 – CONTA 14 – OUTROS INSTRUMENTOS FINANCEIROS

I.4.4.1 – Conta 141 – Derivados

I.4.4.2 – Conta 142 – Instrumentos financeiros detidos para negociação

I.4.4.3 – Conta 143 – Outros activos financeiros e passivos financeiros

(justo valor através de resultados)

I.4.4.4 – Mercado de Futuros

I.4.4.5 – Contratos de Futuro

I.4.4.6 – Opções

I.4.4.7 – Swaps

I.4.4.8 – Exemplos de aplicação

I.4.4.8.1 – Futuro – Contratos de compra

I.4.4.8.2 – Futuro – Contrato de compra com aquisição de activo

I.4.4.8.3 – Futuro – Contrato de cobertura de risco de câmbio

I.4.4.8.4 – Opção – Contrato de compra de uma opção de compra

I.4.4.8.5 – Opção – Contrato de venda de uma opção de compra

I.4.4.8.6 – Swap – Contrato de swap de taxa de juro

I.4.4.8.7 – Swap – Contrato de cobertura da variabilidade da taxa de juro

I.4.4.8.8 – Instrumentos financeiros detidos para negociação

– Aquisição de acções, alteração no seu justo valor e venda

I.4.4.9 – Comentário Fiscal

I.5 – DEMONSTRAÇÃO DE FLUXOS DE CAIXA

I.5.1 – MÉTODO DE RELATO DOS FLUXOS DE CAIXA

I.5.2 – EXEMPLOS DE APLICAÇÃO

I.5.2.1 – Exemplo 1

I.5.2.2 – Exemplo 2

I.5.2.3 – Exemplo 3

I.6 – AUDITORIA AOS MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS

I.6.1 – O CONTROLO INTERNO

I.6.2 – MEDIDAS DE CONTROLO INTERNO NA ÁREA DOS MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS

I.6.2.1 – Recebimentos

I.6.2.2 – Pagamentos

I.6.3 – OBJECTIVOS DA AUDITORIA

I.6.3.1 – Caixa

I.6.3.2 – Depósitos à Ordem e Outros Depósitos Bancários

I.6.3.3 – Outros Instrumentos Financeiros

I.6.4 – PROCEDIMENTOS DE AUDITORIA

I.6.4.1 – Caixa

I.6.4.2 – Depósitos à Ordem e Outros Depósitos Bancários

I.6.4.3 – Outros Instrumentos Financeiros

I.6.5 – OS MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS E A AUDITORIA INTERNA

I.6.5.1 – A Importância do Controlo Interno

I.6.5.2 – Fraudes

I.6.5.3 – Erros

I.6.5.4 – Irregularidades

I.6.6 – PRINCÍPIOS ÉTICOS A SEREM OBSERVADOS NA AUDITORIA DOS MEIOS FINANCEIROS LÍQUIDOS

CONCLUSÃO

BIBLIOGRAFIA

ÍNDICE DE QUADROS

Quadro I.1 – Contas POC Correspondência Contas SNC

Quadro I.2 – Classe 14 Contas SNC Correspondência Contas POC

Quadro I.3 – Pressupostos de Controlo Interno

  • Autor(es): Eduardo Sá Silva e Carlos Martins
  • ISBN: 978-972-788-384-4
  • Peso: 0.568 Kg
  • Data de Edição: Janeiro 2011
  • Editor: Grupo Editorial Vida Económica
  • Idioma: Português
  • Medidas: 17 x 23,5 cm
  • Nº de páginas: 144

Eduardo Manuel Lopes de Sá e Silva é doutorado em Ciências Económicas e Empresariais, pela Universidade da Corunha, Espanha, licenciado e mestre pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto. Exerce funções de docente no Ensino Superior, sendo orientador de diversas dissertações de teses de Mestrado e Doutoramento, nas áreas de Contabilidade e Gestão Financeira. Igualmente exerce funções de técnico oficial de contas, revisor oficial de contas e consultor financeiro numa instituição de crédito.

Carlos Alexandre Quelhas Martins, Bacharel em Contabilidade e Administração e Licenciado em Gestão Financeira pelo ISCAP, Mestre em Contabilidade e Auditoria pela Universidade Aberta e Doutorando em Gestão, vertente Contabilidade, na Universidade Portucalense. Exerce funções de docente no Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto (ISCAP) e na Escola Superior de Ciências Empresarias de Valença (ESCE). Exerce igualmente funções de técnico oficial de contas, perito contabilista e consultor.

Pesquisar

Login

Bem Vindo, Entrar(login)

Carrinho  

(Vazio)

Catálogo Virtual