Livraria Vida Económica
Livraria Vida Económica
Redunicre MastercardVerified by Visa
PayPal Logo
Tributação autónoma com forte subida nos carros mais baratos

Orçamento de Estado para 2019A proposta do Orçamento do Estado para 2019 (OE 2019) aumenta a tributação autónoma em sede de IRC sobre os encargos relacionados com viaturas ligeiras de passageiros e motociclos usados pelas empresas. O aumento surge em dois escalões, mas é, sobretudo no inferior, para veículos com um PVP ...

ver mais
Pagamento Especial por conta em 2019

IRCO Pagamento Especial por Conta (PEC) vai deixar de ser obrigatório, mas as empresas têm de pedir dispensa do PEC.Requerimento de dispensa de PEC As empresas que queiram ser dispensadas de fazer o Pagamento Especial por Conta (PEC) vão ter de fazer chegar à Autoridade Tributária e Aduaneira esta sua intenção e têm um pr...

ver mais
Indústria têxtil e vestuário está a conquistar o seu futuro

Ministro da Economia participou no lançamento do livro de Paulo Vaz“Da tradição se fez futuro – 30 anos de indústria têxtil portuguesa” é o título do novo livro de Paulo Vaz, editado pela “Vida Económica”, que acaba de ser apresentado no Edifício da Alfândega, no Porto.Na sess&a...

ver mais
FC Porto cumpre fair-play financeiro da UEFA mas capitais próprios caem

A SAD do FCPorto continua a cumprir com as metas do fair-play financeiro impostas pela UEFA e tudo indica que que poderá deixar de estar debaixo daquele “jugo” a partir de 2019/2020, a últimas das quatro temporadas previstas para acordo entre as instituições. Não obstante, no fim da temporada de 2017/2018, as contas da SAD porti...

ver mais
Consolidação do mercado das telecomunicações é um desafio

Rui Paiva, CEO da WeDo TechnologiesNasceram no seio da Sonae mas desde logo começaram a exportar soluções para o mercado das telecomunicações. Rui Paiva, CEO da WeDo Technologies, admite que o facto de as empresas estarem a comprar-se umas às outras é um desafio. “De repente, literalmente desaparecem-nos clientes”,...

ver mais
Empresas Familiares com sotaque do Norte

REFLEXÕES SOBRE EMPRESAS FAMILIARESO Centro Interdisciplinar da Universidade do Minho, em copromoção com a AEP, desenvolveu um projeto, apoiado pelo Norte 2020, com o objetivo de efetuar um estudo detalhado do tecido empresarial familiar do Norte do país.O resultado é um trabalho pioneiro e inovador, que partiu de uma base de dados de mais ...

ver mais
  
 
«  
 
  »
Eu não vendi. Não o façam vocês

€ 17,00 (IVA incl.)

Eu não vendi. Não o façam vocês

Francisco N. Del Rio, Jesus Negreira Del Rio, Amancio P. Vazques

“O livro Eu não vendi. Não o façam vocês. Empresa familiar e sucessão está muito bem organizado, é claro e fácil de ler e será sem dúvida útil para gestores de empresas familiares e para os representantes da família responsáveis por escolher executivos e fazer o desafio à gestão”. Belmiro de Azevedo

Pontos com VidaAo adicionar este produto poderá acumular 17 pontos com vida. Ao finalizar esta encomenda poderá acumular 17 pontos com vida que poderão ser convertidos num vale de € 1,70.


  • Resseguro
    € 10,97
  • O Triângulo da Eficácia
    € 15,00
  • Estudos de Gestão  de Empresas. Volume II
    € 2,00
  • Normalização Contabilística para Microentidades
    € 22,00

A empresa familiar nasce do esforço pessoal do seu fundador.

É o empreendedor quem, vencendo as enormes dificuldades que implica seguir em frente com um projecto empresarial, arriscando em muitas ocasiões o património pessoal – seu e da família –, consegue tornar o sonho em realidade, concretizar uma visão.

Da mesma forma que, quando ajudamos os nossos filhos a crescer, fazemo-lo tentando transmitir valores, formas de se comportar, de pensar, de sentir, o empreendedor proporciona à sua empresa uma vivência, um carácter pessoal, um reflexo da sua maneira de ser.

Mas os filhos crescem e a empresa também. Torna-se grande, forte… e independente. Cria os seus próprios órgãos de direcção, toma as suas decisões, o espírito do empreendedor permanece, mas talvez já não prevaleça. Na empresa familiar, a família pode significar o elo de ligação com o espírito original.

Mais, tem obrigatoriamente de sê-lo. O processo de sucessão tem de garantir a continuidade do carácter do empreendedor, o que apenas será possível se a família funcionar como garante do mesmo.

Então, será necessário articular as pautas e órgãos de gestão que permitam à família actuar de forma unida e dedicada, defendendo sempre os interesses da empresa. Assim, estará também a defender os seus próprios interesses.

Com prefácio de Américo Amorim.

  • Autor(es): Francisco N. Del Rio, Jesus Negreira Del Rio, Amancio P. Vazques
  • ISBN: 978-972-788-218-2
  • Peso: 0.326 Kg
  • Data de Edição: Abril 2007
  • Editor: Grupo Editorial Vida Económica
  • Idioma: Português
  • Medidas: 15x23 cm
  • Nº de páginas: 179

Pesquisar

Login

Bem Vindo, Entrar(login)

Carrinho  

(Vazio)

Catálogo Virtual