Livraria Vida Económica
Livraria Vida Económica
Redunicre MastercardVerified by Visa
PayPal Logo
Bancos e Instituições Financeiras concedem mortórias nos créditos ao consumo

Crédito ao consumoBancos e instituições financeiras já se disponibilizaram a conceder moratórias de crédito não só na prestação da casa, mas também no crédito ao consumo, como por exemplo nos créditos relativos à compra de carros e eletrodomésticos. A Caixa Geral de Dep&o...

ver mais
Trabalhadores independentes. Modelo para apoio a filhos e apoio à redução de atividade

Segurança SocialHoje, dia 30 de março a Segurança Social começa a disponibilizar o formulário que os trabalhadores independentes devem preencher para poderem receber da Segurança Social os valores de apoio aos rendimentos devidos à paragem das aulas. Dia 1 de abril, fica disponível o modelo para requerer apoio por quebr...

ver mais
Prazo de pagamento das contribuições de março

Entidades EmpregadorasTendo em consideração a definição de regras relativas ao diferimento do pagamento das contribuições no âmbito do apoio à atividade económica, estabelece o artigo 9º do DL nº 10-F/2020, de 26.3, que as contribuições e quotizações devidas no mês de ma...

ver mais
Créditos à habitação para familias

Instituições de créditoGoverno avançou com uma moratória nos créditos à habitação para famílias que fiquem em dificuldades financeiras por causa do vírus. Medida que consta do DL nº 10-J/2020, de 26.3, permite às familias deixar de pagar a prestação da casa durante 6 meses....

ver mais
O coronavírus está a obrigar as empresas familiares a hibernar

REFLEXÕES SOBRE EMPRESAS FAMILIARESHibernar é um estado de inação que associamos ao inverno do urso ou à ociosidade do computador. O ataque fulminante da COVID-19 está a levar as empresas familiares a um interregno da sua laboração, algo a que o empresário, os colaboradores, os clientes, os fornecedores e at&eacu...

ver mais
COSEC implementa medidas extraordinárias de apoio às empresas

Apoio na tesourariaA COSEC – Companhia de Seguro de Créditos, especializada nos ramos do seguro de créditos e caução, pôs em vigor um conjunto de medidas extraordinárias para apoiar a tesouraria e o funcionamento das empresas no atual contexto. “Estas medidas pretendem ser um contributo para apoiar a liquidez das empresas,...

ver mais
  
 
«  
 
  »
Eu não vendi. Não o façam vocês

€ 17,00 (IVA incl.)

Eu não vendi. Não o façam vocês

Francisco N. Del Rio, Jesus Negreira Del Rio, Amancio P. Vazques

“O livro Eu não vendi. Não o façam vocês. Empresa familiar e sucessão está muito bem organizado, é claro e fácil de ler e será sem dúvida útil para gestores de empresas familiares e para os representantes da família responsáveis por escolher executivos e fazer o desafio à gestão”. Belmiro de Azevedo

Pontos com VidaAo adicionar este produto poderá acumular 17 pontos com vida. Ao finalizar esta encomenda poderá acumular 17 pontos com vida que poderão ser convertidos num vale de € 1,70.


  • Resseguro
    € 10,97
  • O Triângulo da Eficácia
    € 15,00
  • Estudos de Gestão  de Empresas. Volume II
    € 2,00
  • Gestão estratégica do crescimento económico em Portugal
    € 16,00

A empresa familiar nasce do esforço pessoal do seu fundador.

É o empreendedor quem, vencendo as enormes dificuldades que implica seguir em frente com um projecto empresarial, arriscando em muitas ocasiões o património pessoal – seu e da família –, consegue tornar o sonho em realidade, concretizar uma visão.

Da mesma forma que, quando ajudamos os nossos filhos a crescer, fazemo-lo tentando transmitir valores, formas de se comportar, de pensar, de sentir, o empreendedor proporciona à sua empresa uma vivência, um carácter pessoal, um reflexo da sua maneira de ser.

Mas os filhos crescem e a empresa também. Torna-se grande, forte… e independente. Cria os seus próprios órgãos de direcção, toma as suas decisões, o espírito do empreendedor permanece, mas talvez já não prevaleça. Na empresa familiar, a família pode significar o elo de ligação com o espírito original.

Mais, tem obrigatoriamente de sê-lo. O processo de sucessão tem de garantir a continuidade do carácter do empreendedor, o que apenas será possível se a família funcionar como garante do mesmo.

Então, será necessário articular as pautas e órgãos de gestão que permitam à família actuar de forma unida e dedicada, defendendo sempre os interesses da empresa. Assim, estará também a defender os seus próprios interesses.

Com prefácio de Américo Amorim.

  • Autor(es): Francisco N. Del Rio, Jesus Negreira Del Rio, Amancio P. Vazques
  • ISBN: 978-972-788-218-2
  • Peso: 0.326 Kg
  • Data de Edição: Abril 2007
  • Editor: Grupo Editorial Vida Económica
  • Idioma: Português
  • Medidas: 15x23 cm
  • Nº de páginas: 179

Pesquisar

Login

Bem Vindo, Entrar(login)

Carrinho  

(Vazio)

Catálogo Virtual