Livraria Vida Económica
Livraria Vida Económica
Redunicre MastercardVerified by Visa
PayPal Logo
Adiamento de pagamentos - novos prazos

IVA e Segurança SocialEm virtude da renovação do estado de emergência, foram aprovadas novas medidas extraordinárias de apoio à economia. Entre elas destaca-se adiamento dos pagamentos à Segurança Social (de novembro e dezembro) e do IVA trimestral (relativo ao mês de novembro) para ajudar as empresas a suportarem ...

ver mais
Controlo de mecanismos com relevância fiscal. Adiamento de comunicação

Autoridade Tributária e Aduaneira De acordo com o Despacho nº 444/2020-XXII, de 19.11, a notificação do intermediário ao contribuinte relevante da obrigação de comunicação dos mecanismos transfronteiriços cujo primeiro passo da sua aplicação tenha ocorrido no periodo entre 25 de junho de 2018 e...

ver mais
Revisão do regime à retoma progressiva

COVID-19Foi publicada em Diário da República o diploma que facilita a adesão das empresas ao programa de apoio à retoma progressiva. De acordo com o DL nº 98/2020, de 18.11,  a exceção que vai permitir às empresas aderirem ao programa de apoio à retoma progressiva sem penalização. Ou seja, ...

ver mais
e-SLE -Sistema de Licenciamento Externo Eletrónico

Operadores económicos De acordo com informação da Autoridade Tributária, desde o dia 19.11.2020, que se encontra disponível no portal da AT-Autoridade Tributária e Aduaneira um novo sistema informático de licenciamento eletrónico e-SLE que permitirá a desmaterialização do processo de licenciame...

ver mais
Pedido de reavaliação até 31 de dezembro

IMIA reavaliação do IMI é feita junto da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) através do pedido da reavaliação do Valor Patrimonial Tributário (VPT) dos respetivos imóveis. Desde que cumpridos três anos desde a última reavaliação, o pedido de atualização poderá s...

ver mais
Alteração excecional e temporária das regras

Manutenção dos postos de trabalhoO Presidente da República já promulgou o diploma do Governo que procede à alteração excecional e temporária das regras de sequencialidade dos apoios à manutenção dos postos de trabalho. Em causa está um decreto-lei do Governo aprovado em Conselho de Ministros ...

ver mais
  
 
«  
 
  »
Medicina ilegal

€ 9,98 (IVA incl.)

Medicina ilegal - Picareta no Serviço Nacional de Saúde

Joaquim Sá Couto

Um livro que pretende ser, tal como o próprio autor refere, um grito de alarme e um desafio para que se pensem os problemas de saúde de forma diferente.

Para este médico, a organização do sistema de saúde é uma questão política e não um problema técnico.

Pontos com VidaAo adicionar este produto poderá acumular 9 pontos com vida. Ao finalizar esta encomenda poderá acumular 9 pontos com vida que poderão ser convertidos num vale de € 0,90.


  • Poupança em Portugal
    € 2,00
  • O negócio emergente do futebol português
    € 2,00
  • Estudos de Gestão  de Empresas. Volume II
    € 2,00
  • Capital de Risco
    € 14,50

E estes modelos variam num espectro que vai desde os mais estatizantes aos mais liberais. Nos países da U E os sistemas de saúde são na sua maioria, mistos, com componentes públicas e privadas, que funcionam em regime de concorrência, refere o autor na introdução.

Portugal destaca-se por manter um sistema de saúde de tipo soviético, com um monopólio de Estado designado por Serviço Nacional de Saúde. Ora, os monopólios de Estado são aqueles que se prestam a mais abusos e corrupção.

“ E, se dúvidas houvesse, aí está o Serviço Nacional de Saúde para o provar.”

Segundo o autor, a carência da oferta, as listas de espera, a má qualidade dos serviços e do atendimento são fenómenos inerentes às organizações colectivistas. Não têm solução se o monstro não for liquidado. “E a tragédia que condiciona estes fenómenos tem um nome. Na sua versão “ hardcore”, chama-se comunismo e na versão “softcore”, socialismo. E vai mais longe.

Os “técnicos de saúde” que defendem a continuidade do sistema constroem argumentos retóricos que se destinam apenas a perpetuar uma estrutura de poder. “Poder que partilham ou ao qual aspiram”.

Face a este cenário, Joaquim Sá Couto chama a atenção para a necessidade de repor o debate sobre a reforma do sistema de saúde, mas no plano político. Os partidos devem apresentar soluções próprias que reflictam opções ideológicas.

  • Autor(es): Joaquim Sá Couto
  • ISBN:
  • Peso: 0 Kg
  • Data de Edição: 2001

Pesquisar

Login

Bem Vindo, Entrar(login)

Carrinho  

(Vazio)

Catálogo Virtual